Saiba como descartar corretamente sua TV antiga

Reportagem: Carla Valentim / Conceito Comunicação

Encontrar um destino adequado para os eletrônicos quebrados é um dos principais desafios da atualidade. Muitos desses produtos não podem ser descartados no lixo comum, pois possuem metais tóxicos que contaminam o meio ambiente. Com o desligamento do sinal analógico de TV, que acontecerá na região em uma nova data, 31 de janeiro, muitas pessoas podem aproveitar para descartar televisores quebrados ou trocar aquele televisor antigo – o que não é necessário, uma vez que, com o conversor instalado e antena adequada, qualquer televisor pode transmitir a programação de TV aberta por meio do sinal digital.

Pensando nisso, a Seja Digital, entidade responsável pela operação do processo de migração do sinal de TV no Brasil, em parceria com a Giral, consultoria que atua na área de inteligência de recursos, governança intersetorial e negócios de impacto e Prefeituras Municipais, disponibiliza mais de 20 pontos de coleta em Ribeirão Preto, Sertãozinho e Jaboticabal. A ação tem como objetivo estimular o descarte correto e responsável de televisores e outros equipamentos eletrônicos. O projeto acontece até a data do desligamento em 31 de janeiro de 2018 e os pontos funcionam de segunda a sexta-feira.

Além da coleta, a Seja Digital, que tem como missão informar e orientar a população sobre essa mudança, disponibiliza um espaço para o tema no site www.sejadigital.com.br/recicle. Ali, é possível saber mais informações sobre o descarte adequado e encontrar o ponto de coleta mais próximo de cada residência, por meio do CEP.

Mudança do sinal de TV

O sinal analógico de TV será desligado em Ribeirão Preto e em outros 19 municípios da região no dia 31 de janeiro. Após essa data só será possível assistir à programação da TV aberta por meio do sinal digital. As famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal têm direito a um kit gratuito, com antena digital e conversor com controle remoto. Para saber se tem direito e agendar a retirada do kit em um dos pontos disponibilizados pela entidade, basta ligar para 147 ou acessar o site sejadigital.com.br/kit, com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos.

Para ter acesso à programação da TV digital, que já está disponível na região, é necessário instalar os equipamentos. O processo é simples e o mais indicado é instalar sua antena no telhado de casa. Depois, conecte o conversor à sua TV e faça a sintonia dos canais. Se ainda tiver dúvidas, ligue gratuitamente para o 147.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *