Reflexão Semanal com Pe. Gilberto Kasper

Santo Agostinho de Hipona, um dos maiores sábios do Cristianismo, afirmou que o desespero é a punição para aqueles que, voluntariamente, deixam de acreditar na verdade e no amor de Deus. E qual é a melhor reação diante de um quadro que quer nos arrastar para o abismo da tristeza e do desespero?

Devemos assumir nossas limitações e fragilidades com o coração aberto.

Não podemos mudar o que a vida nos reservou, mas temos capacidade, sim, de lidar com nossas perdas e frustrações. Quando o corpo e a alma padecem, a razão e a fé podem nos dar novas respostas.

Não por acaso, São Francisco de Assis fala da Esperança. Esperar em Deus. Esperar o novo, o bem. Esperar a vida em abundância.

Esperança tem muito a ver com perseverança. Perseverar em Deus. Não se trata de esquecer o que vivemos e seguirmos como se nada tivesse acontecido. Podemos viver calejados, com cicatrizes na alma, algumas vezes com momentos de dor, mas nunca perder a Esperança de que dias melhores virão.

A Esperança não nos ilude, mas nos faz caminhar com serenidade, acreditando que novas possibilidades surgirão, como nos fazia ver o Papa Francisco quando ainda era Arcebispo de Buenos Aires: “Caminhar, de certo modo, já é entrar numa Esperança viva. Assim como a verdade, a Esperança é um dom que nos faz seguir adiante e nos convida a acreditar que cada novo dia trará consigo o pão necessário para a nossa subsistência”.

            Como alpinistas da graça divina, precisamos seguir em frente. Do meio das sombras nascerá a luz. Na hora da dor, brotará a verdadeira Esperança.

Bem por isso, iniciamos o rico tempo em preparação ao Natal do Senhor, a Luz que veio iluminar os corações aquecidos pelo Príncipe da paz, num Advento: Tempo de Esperança!

           

por Pe. Gilberto Kasper
[email protected]

Foto: Rafael Viana
Foto: Rafael Viana

Mestre em Teologia Moral, Licenciado em Filosofia e Pedagogia, Especialista em Bioética, Ética e Cidadania, Professor Universitário, Docente na Associação Faculdade de Ribeirão Preto do Grupo Educacional da UNIESP, Assistente Eclesiástico do Centro do Professorado Católico, Reitor da Igreja Santo Antônio, Pão dos Pobres da Arquidiocese de Ribeirão Preto, Presidente do FAC – Fraterno Auxílio Cristão e Jornalista.

 

 

 

qr.appTenha todos os Textos Magnificos escritos pelo Pe. Gilberto Kasper

Direto no seu Celular

Baixe agora o Aplicativo Ribeirão Web News

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *