Polícia Federal apura ação de criminosos em Foz do Iguaçu

Reportagem: Alex Rodrigues

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A Polícia Federal investiga a ação de uma suposta organização criminosa, suspeita de envolvimento com o tráfico internacional de armas e de drogas, além da prática de roubo de mercadorias na região de Foz do Iguaçu (PR).

Trinta agentes estão cumprindo 12 mandados de prisão preventiva, três mandados de prisão temporária e seis mandados de busca e apreensão no Paraná e em Minas Gerais. Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal em Foz do Iguaçu.

Até o início da tarde, nove dos mandados de prisão preventiva tinham sido cumpridos – sete deles contra pessoas que já estavam detidas. Dos três mandados ainda não executados, dois estão em aberto em Foz do Iguaçu e um em Minas Gerais.

Segundo a PF, a chamada Operação Pescador é fruto de uma investigação iniciada há 11 meses, após a apreensão de uma grande quantidade de maconha. Ao aprofundar a apuração, os investigadores identificaram indícios da prática de outros crimes realizados pelo mesmo grupo monitorado. Já durante esta etapa, a PF realizou prisões em flagrantes e apreendeu munições de armas, munição e drogas.

Os investigados responderão judicialmente pelos crimes de organização criminosa, associação criminosa, roubo majorado, tráfico internacional de armas e drogas, associação para o tráfico e também corrupção de menores.

 

 

Fonte: EBC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *