Naná Vasconcelos e 11 nações de maracatu abrem o carnaval do Recife

Reportagem: Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil

Arte: Agência Brasil
Arte: Agência Brasil

O percussionista Naná Vasconcelos comandou 11 nações de maracatu, manifestação cultural da música folclórica afro-brasileira, acompanhado de 700 tocadores, na festa oficial de abertura do carnaval do Recife na noite de hoje (13), no Marco Zero.

Por volta das 19h30, os batuques atraíram uma multidão para a folia. O cortejo de maracatus fez uma homenagem a Luiz Gonzaga, tocando Praia Dengosa, um maracatu de autoria do Rei do Baião em parceria com Zé Dantas. A música foi composta há 58 anos. A Apresentação teve a participação das cantoras Elba Ramalho, Fafá de Belém e da cabo verdiana Lura. A abertura do carnaval recifense teve ainda a participação do grupo Voz Nagô.

Este ano o carnaval do Recife homenageia o bloco Bola de Ouro e o Maestro Spok. Os homenageados subiram ao palco e trocaram chapéus ao mesmo tempo em que os reis do carnaval 2015 davam as boas vindas à folia de Momo.

Agora, o público acompanha o show do maestro Spok, que recorda seus mestres no frevo. “Vamos tocar cabelo de fogo agora, porque as pessoas não sabem quem é o autor e ele tá aqui”, anunciou o homenageado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *