Matrículas no ensino superior crescem 3,8%, taxa inferior à do último censo

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

O número de estudantes matriculados em cursos de graduação no Brasil cresceu 3,8% de 2012 para 2013. No ano passado, as matrículas superaram 7,3 milhões. A rede privada concentra o maior número de alunos, quase 5,4 milhões de inscritos. Na rede pública, há cerca de 1,9 milhão de estudantes. Os dados são do Censo da Educação Superior 2013, divulgado hoje (9) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O crescimento do número de matriculados na graduação foi inferior ao registrado nos censos anteriores. De 2011 para 2012,  o crescimento ficou em 4,4% e, de 2010 para 2011, em 5,6%.

No ano passado, ingressaram no ensino superior cerca de 2,7 milhões de estudantes. A matrícula na graduação cresceu mais na rede privada (4,5%) do que na rede pública (1,9%) – o censo anterior registrou maior crescimento nas instituições públicas. Neste censo, a rede privada participa com mais de 80% no número de ingressantes em cursos de educação superior de graduação. Quase 1 milhão de estudantes concluíram a educação superior no ano passado.

“Em relação ao ritmo de crescimento, tem que se considerar que,  quando chegamos a um determinado patamar, o ritmo tende a diminuir. É natural que isso ocorra”, disse o ministro da Educação, Henrique Paim.

Sobre a redução no ritmo de crescimento das matrículas nas instituições públicas, o ministro atribui à redução das matrículas nas instituições estaduais. “Em função da ampliação das universidades federais em vários estados, tivemos um tolhimento das matriculas nas estaduais. Muitos estados optaram por priorizar recursos da educação para educação básica”, disse em coletiva de imprensa.

 

Reportagem :Yara Aquino – Repórter da Agência Brasil Edição: Nádia Franco

Foto: Wilson Dias/ Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *