Homem é espancado e morto por segurança e PM em supermercado em Porto Alegre

O caso aconteceu na noite de ontem quinta-feira, véspera do Dia da Consciência Negra. João Alberto Silveira Freitas tinha 40 anos e teria sido conduzido para fora da loja após um desentendimento com uma funcionária. Os dois suspeitos da agressão, um segurança do local e um policial militar, foram presos em flagrante. Em nota, o Carrefour apontou a morte como “ato criminoso” e disse que “romperá o contrato com a empresa.

 

Manifestantes protestaram em algumas lojas do Carrefour e também tiveram protestos nas redes sociais

https://twitter.com/radiobandnewsfm/status/1329929592942043137

 

 

Em Nota o Carrefour disse:

 

 

 

 

 

 

 

Informações Fonte: diário gaúcho / twitter

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *