Comunidade Nossa Senhora dos Anjos de Ribeirão Preto-SP. Comemora o seu dia com solene Missa Campal

Reportagem: Tadeu Donizete / Ribeirão Web News

capa-site-igreja-palmares
Foto: Rafael Viana

No dia 02 de Agosto foi realizado uma missa campal para celebrar o dia da Padroeira da Comunidade Nossa Senhora dos Anjos e o padre Gil falou a nossa reportagem que é uma devoção que vem crescendo na comunidade e na cidade de Ribeirão Preto e região, porque a comunidade recebe muitos devotos de outras cidades e até romarias e caravanas. Para comemorar o dia da Padroeira realizaram uma solene Missa Campal.

 

Maria Fernanda Savatin Cariche que é devota de Nossa Senhora dos Anjos disse que Ser devota de Nossa Senhora dos Anjos é acreditar neste amor incondicional de mãe, é deitar no

Foto: Rafael Viana
Maria Fernanda Savatin Cariche / Devota                                                    Foto: Rafael Viana

colo dela e ela te conduz é a proteção e a entrega de uma cristã que confia e acredita nesta mãe tão importante e tão especial.

Criada Há 12 anos a Comunidade Nossa Senhora dos Anjos de Ribeirão Preto está localizado no alto do morro Cidade da Criança no Jardim Palmares. Esta comunidade faz parte da Paróquia São João Bosco do Jardim Anhanguera e o seu pároco é o Pe. João Gilberto Rodrigues o Pe. Gil como é conhecido carinhosamente pela comunidade.

 

A História da Devoção a Nossa Senhora dos Anjos

A majestosa Basílica de Santa Maria dos Anjos em Assis Itália, abriga no seu interior a pequena Capela da Porciúncula, local onde Francisco confirmou a sua vocação, numa noite do ano 1216.
O nome de Santa Maria dos Anjos provém da tradição de que, naquela pequena Capela, que foi construída por quatro peregrinos que retornavam da Terra Santa, era venerado um fragmento do túmulo da Virgem Maria, e que sempre se ouvia no local o canto dos anjos. Foi também nesta

"Santa Maria degli Angeli (Porcjunkula)" por Ludmiła Pilecka - Obra do próprio. Licenciado sob CC BY 3.0, via Wikimedia Common
“Santa Maria degli Angeli (Porcjunkula)” por Ludmiła Pilecka – Obra do próprio. Licenciado sob CC BY 3.0, via Wikimedia Common

pequena Capela, que recebeu o nome de Porciúncula, isto é, pequena porção, que São Francisco recebeu a indulgência do “Perdão de Assis”.
Estava certa noite em sua cela, rezando pela conversão dos pecadores, quando um anjo convidou a dirigir-se à Capela da Porciúncula. Lá chegando, encontrou-a toda iluminada e no meio de um coro de anjos estava a Virgem Maria ao lado de seu Divino Jesus.
Jesus, dirigindo-se a Francisco, disse-lhe: “Em recompensa ao teu zelo pela conversão dos pecadores, pede-me o que quiseres”.
O Seráfico Pai Francisco, pediu-lhe então a indulgência Plenária para todos aqueles que. tendo confessado e comungado, visitassem aquela pequena igrejinha.
São Francisco, meio que assustado com seu atrevimento, suplicou à Virgem Maria que intercedesse em seu favor.
Jesus, não resistindo ao apelo de sua mãe, concordou com o pedido, desde que fosse ratificado pelo Papa, Francisco com a face no chão. Adorou o seu Senhor.
No dia seguinte, Francisco foi ao encontro do Santo Padre; este, porém, lhe concedeu a graça apenas um dia no ano, ou seja a cada 02 de Agosto.

Foto: Rafael Viana
Foto: Rafael Viana

Nesta data, denominada “Perdão de Assis”, é enorme a afluência de fiéis à Basílica da Porciúncula e a Igreja celebra a Festa de Nossa Senhora dos Anjos.

 

 

 

 

Veja Abaixo como foi a Solene Missa

Clique na Foto para Ver Maior

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *