Após o Natal Consumidores voltam às lojas para a troca de presentes

Vetor: freepik.com
Vetor: freepik.com

Natal é tempo de presentear e de ganhar presente, mas às vezes o mimo não agrada, seja pela cor, pelo tamanho ou pela utilidade. Aí o jeito é recorrer à troca do produto.

O Código de Defesa do Consumidor assegura a troca, mas apenas para produtos com defeitos. Fora desses casos, a política de troca fica por conta da loja.

A coordenadora de atendimento do Procon de São Paulo, Marcele Soares, esclarece tudo para que não fique dúvidas na hora de trocar o presente.

Ela também orienta sobre eventuais trocas de compras realizadas pela internet.

É importante que consumidor verifique, antes da compra, qual a política de cada loja. O mais comum é que as lojas ofereçam, como cortesia, um prazo de 30 dias para a troca.

 

 

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *