Apesar da recente melhora, o nível de atividade industrial da região no acumulado dos sete primeiros meses de 2015 é negativo

Vetor : freepik.com
Vetor : freepik.com

O volume de produção industrial na região de Ribeirão Preto apresentou melhora em julho de 2015 na comparação com o mês anterior. De acordo com os dados do Boletim Indústria do Ceper/Fundace, apenas demanda por produtos sofreu queda, passando de 33,3 pontos em junho para 31,9 pontos em julho.

Apesar da recente melhora no volume de produção, o nível de atividade industrial da região de Ribeirão Preto apresentou cenário negativo entre os meses de janeiro e julho de 2015. Os indicadores permaneceram quase sempre abaixo da linha divisória (de neutralidade) de 50 pontos. O mês de junho apresentou alguns indicadores com os níveis mais baixos no semestre.

A situação financeira também apresentou deterioração no primeiro semestre de 2015, sobretudo no que diz respeito à margem de lucro operacional. Quando os resultados de 2015 são comparados com os de 2014, a piora em todos os indicadores financeiros fica ainda mais evidente. Chama a atenção a grande piora na margem de lucro operacional das empresas industriais da região, que passou de 55,5 pontos em março para 15,2 pontos em junho.

Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) – O Índice apresentou quedas consecutivas durante o primeiro semestre de 2015. Com 29,5 pontos em julho, o indicador encerra o semestre refletindo a falta de confiança do empresário industrial.

A tendência de deterioração da confiança do empresário ocorre não apenas na região, mas também no Estado e no Brasil como um todo.

De acordo com os pesquisadores, a indústria é um setor de maior dinamismo e de potencial de inovação e, por isso, a sua retração preocupa. “A recente depreciação do real alivia o setor, assim como o processo de redução dos salários pelo qual o país vem passando. No entanto, como o setor é voltado principalmente para o mercado interno, ele ainda passará por dificuldades ao longo de 2015 e 2016.”

 

Indicadores – A Sondagem Industrial é realizada com base em dados sobre volume de produção, nível de utilização da capacidade instalada, estoques de produtos finais, perspectivas para os próximos meses quanto à demanda, compra de matéria-prima e exportação. O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) é construído com base em questionamentos feitos aos empresários industriais das áreas extrativistas e de transformação sobre condições atuais e para os próximos seis meses quanto às condições gerais internas da empresa, da economia brasileira e do estado de São Paulo.

 

Fonte: OPA Assessoria em Comunicação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *