Anunciados mais 6 integrantes para a equipe econômica do novo governo

Reportagem: Victor Ribeiro

Foto: Divulgação/CCBB

O futuro ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou nesse fim de semana seis integrantes para a equipe econômica do novo governo. Três deles ocuparam cargos importantes no governo do atual presidente Michel Temer e um, nos governos de Dilma Rousseff e Temer.

Marcelo Guaranys foi confirmado como secretário-executivo do Ministério da economia. É uma espécie de vice-ministro. Guaranys é servidor público de carreira do Tesouro Nacional, foi presidente da Agência Nacional de Aviação Civil durante os dois governos de Dilma Rousseff e, desde 2016, trabalha na Casa Civil do governo de Michel Temer.

Em nota, Guedes confirmou outros cinco nomes. O secretário geral da Fazenda será o doutor em economia Waldery Rodrigues Júnior. Ele é pesquisador concursado pelo Ipea, Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada, e consultor do Senado Federal na área política econômica.

 

O atual ministro do Planejamento, Esteves Colnago, será o secretário geral adjunto da Fazenda.

 

O secretário geral de Desburocratização, Gestão e Governo Digital será Paulo Uebel, ex-diretor executivo do Instituto Millenium, fundado por Guedes para promover o liberalismo econômico. O atual número dois do Planejamento, Gleisson Cardoso Rubins, será o novo secretário geral adjunto de Desburocratização.

 

O economista Carlos da Costa, que foi diretor do BNDES de agosto de 2017 até agosto deste ano, vai ocupar o cargo de secretário geral de Produtividade e Competitividade.

 

 

Fonte: Rádio Agência Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *