A Cia. Estação Teatro faz uma homenagem ao centenário do “Poetinha”, Vinícius de Moraes

Reportagem: Thais Ribeiro / Sesc RP

Foto: Divulgação / © Camila Zaneti
Foto: Divulgação / © Camila Zaneti

O Sesc Ribeirão apresenta no dia 28 de janeiro, sábado, às 16h, o espetáculo infantil O Poetinha e a Lua, com a Cia. Estação Teatro. Uma homenagem ao “Poetinha”, Vinícius de Moraes, voltada ao universo infantil. No enredo, a Lua apaixonada resolve ir atrás do poetinha, um jovem enamorado que está cansado de fazer odes a sua amada sem ser correspondido. Com um texto em prosa e com configuração melódica em verso, a história é contada por três atrizes que revezam entre personagens e narradores, deixando a encenação lúdica e prazerosa de se ver e ouvir. Uma his­tória de amor, permeada por muita música cantada e tocada ao vivo e indicada para todos que um dia já se apaixonaram ou que ainda irão se apaixonar.

“O Poetinha e a Lua”, título do espetáculo é uma referência ao poema adulto “O poeta e a lua” de Vinícius de Moraes. Para o grupo, “o poeta é poetinha, não por ser pequeno, baixinho nem nada. mas é delicado esse poeta, como as coisas pequenas, como as coisas brilhantes!” Também serviram à criação do espetáculo os contos “O casamento da lua”, “Do amor aos bichos” e “Morte de um pássaro”. Esses textos auxiliaram a dramaturgia como inspiração e orientação dramática e estética.

Além do universo de Vinícius de Moraes, o espetáculo traz referências às obras de Cândido Portinari (cenários e figurinos) e Heitor Villa Lobos (músicas). Além de serem mundialmente reconhecidos por suas obras, esses dois artistas, assim como Vinicius, também dedicaram parte significativa de suas carreiras a re­flexões e criações para as crianças.

O Grupo Estação Teatro é um núcleo de in­vestigação sobre os diferentes níveis de narrati­vas cênicas. Criado em 2008 na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), o grupo edificou seu primeiro trabalho conduzido por procedimentos do teatro pós-dramático e inspirado pelo texto “O Balcão” de Jean Genet. Em 2010 fez parceria com o Condomínio Cultural Mundo Novo, localizado na Vila Anglo Brasileira – zona oeste de São Paulo -, e o coletivo vem realizando algumas atividades com a população local, movimentando a comunidade através da produção de eventos que reúnem artistas de diversas áreas, tais como teatro, música e artes visuais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *